O que é SELIC? Como funciona?

 

O que é SELIC?

O que é SELIC?

SELIC significa Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. A taxa SELIC é a taxa obtida através da média ajustada dos financiamentos diários para titulos públicos federais.

A taxa SELIC também é chamada de taxa básica ou taxa média do over e, assim como o CDI, serve para indexar as operações de curto prazo entre os bancos, mas a diferença é que a SELIC é calculada com base na garantia em títulos públicos (papéis que o governo federal emite em favor dos bancos ao tomar dinheiro emprestado, de forma simples).

Por esta razão, como as operações estão garantidas pelo próprio governo (pois sao títulos emitidos por ele que servem como lastro dos empréstimos), a taxa SELIC acaba por servir de referência para todas as outras taxas de juros da nossa economia.

 

Como funciona a SELIC? O que é COPOM?

A SELIC, por se comportar de forma muito semelhante ao CDI, tem a variação bem parecida: diária.

No entanto, nós sempre ouvimos falar que o COPOM (Comitê de Política Monetária) abaixou ou elevou a taxa. Só que, na verdade, o COPOM apenas determina a meta da SELIC.

Para efeitos práticos esta informação não serve muito, porque a SELIC, de fato, sempre fica muito próxima à meta estabelecida pelo COPOM.

Por ser taxa básica, a SELIC normalmente é a taxa mais baixa que temos, mas isso pode não ocorrer em cenários onde o governo está praticando uma polítia monetária restritiva visando diminuir a inflação.

Neste caso, a SELIC pode ser mais alta no momento atual do que as taxas para longo prazo, porque o mercado acredita que a política monetária adotada vai reduzir a inflação e acarretar numa queda de juros no longo prazo (o mercado vai se adaptando conforme as circunstâncias).

 

O que o SELIC tem a ver com meus investimentos?

A SELIC afeta diretamente os investimentos de renda fixa (indexados ao CDI: CDB, LCI, LCA, LC, Debêntures e até Fundos de Investimento), pois ela está ligada diretamente com o CDI, ou seja, se a taxa SELIC aumenta, o rendimento dos seus investimentos feitos em porcentagem do CDI (X% do CDI) também aumenta, e se ela diminuir, o mesmo ocorre com a rentabilidade dos seus investimentos.

 

SELIC alta ou SELIC baixa? Qual é melhor?

A economia funciona de forma equilibrada, pelo menos teoricamente.

Se os juros estão altos, quer dizer que seus investimentos vão render mais.

Com a SELIC mais alta, o interesse de estrangeiros em investir no Brasil também cresce. Assim, aumenta o fluxo de dólares para o mercado interno e, por essa razão, o dólar fica mais barato, puxando o preço dos produtos importados para baixo.

Ainda, a SELIC alta influencia nos juros cobrados pelos bancos e na dificuldade para conseguir empréstimos, pois haverá maior custo para os próprios bancos captarem dinheiro (eles vão ter que pagar mais caro para ter o dinheiro).

A alta da SELIC pode gerar um efeito em cadeia e encarecer o valor de produtos que chegam a nós (o dinheiro ficará mais caro), ou seja, não adianta o seu dinheiro investido render mais se o preço para viver também vai ser elevado.

Por isso o ideal é que exista harmonia.

O Banco Central do Brasil disponibiliza a meta atual, a taxa SELIC atual, bem como um histórico completo.

 

Espero que tenha sido esclarecedor, apesar desta informação, sozinha, não ser de inestimável serventia, ela se complementa e é um conhecimento praticamente fundamental.

Deixe seu comentário caso tenha dúvida, sugestão, crítica ou caso queira apenas deixar uma mensagem!

Um grande abraço.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *