LCI - Letras de Crédito Imobiliário

LCI – Letra de Crédito Imobiliário – o que é? Vale a pena?

O que é LCI – Letra de Crédito Imobiliário – conheça esta excelente alternativa de investimento

 

O que é a LCI e como funciona?

De forma bem direta: LCI significa Letra de Crédito Imobiliário.

Ela foi criada com o objetivo de incentivar o mercado imobiliário através do investimento para aumentar o crédito.

Basicamente, você, ao investir em LCI de um banco, está emprestando dinheiro a ele que, por sua vez, vai dar crédito (emprestar dinheiro) para alguém para fins de crédito imobiliário.

A LCI é considerada como um ótimo investimento porque é simples de entender e também é isenta de Imposto de Renda, o que facilita muito a vida do investidor.

Sempre que você investe em uma LCI, você automaticamente já sabe o prazo e como vai ser feita a remuneração e, por isso, ela é um investimento de renda fixa.

 

 

Qual o risco de investir em LCI?

O risco é baixo, tendo em vista que é um título que entra na garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até o limite de R$ 250.000,00 por CPF por instituição financeira.

Assim, você pode ficar bem a vontade para aplicar, pois 250 mil reais é um valor bem alto.

No entanto, você precisa ficar ligado, pois conforme a segurança e saúde financeira que tem a instituição, as taxas por ela oferecidas vão variar.

Logo, se você resolver sempre procurar as melhores taxas, fique sempre ligado e pesquise para saber como anda o banco onde você pretende investir!

Há também o risco de você precisar do dinheiro antes do vencimento da sua LCI.

Por esta razão é importante ter uma reserva de emergência com liquidez (que possibilita o resgate de forma imediata), porque normalmente as LCIs só permitem o resgate do dinheiro na data do vencimento!

Isto quer dizer que, se você aplicar hoje numa LCI com prazo de 2 anos, mesmo que você precise do dinheiro daqui um ano, só vai poder retirar o dinheiro no final do segundo ano (vecimento do título).

 

 

Existem tipos de LCI?

Sim, existem as LCIS pré e as pós-fixadas.

De forma bem simples, os títulos pré-fixados são aqueles que você sabe exatamente qual os juros que você vai receber durante o prazo do investimento.

Por exemplo, se você for investir numa LCI que fala que a taxa é de 10% ao ano, este é um título pré-fixado, onde você pode calcular exatamente o dinheiro que vai ter no vencimento.

Por outro lado, nos títulos pós-fixados, o produto vai ter outro tipo de valor no campo de taxa, que vai ser em porcentagem do CDI.

Assim, se você for investir numa LCI que diz que a taxa é de 90% do CDI, quer dizer que se trata de um título pós-fixado, pois o rendimento do seu título vai variar de acordo com o CDI.

Não há meio de falar se a modalidade pré-fixada é melhor que a pós ou vice-versa.

Isto ocorre porque o mercado é dinâmico e muda o tempo todo.

Se você acredita que os juros vão cair e estamos num momento de alta, pode ser a hora de “travar” um pouco do seu dinheiro num investimento pré-fixado.

No entanto, se a expectativa é que os juros subam mais, é muito melhor investir num título pós-fixado, porque os seus rendimentos vão aumentar conforme os juros sobem.

 

 

As LCI são totalmente isentas de tributos?

NÃO.

A isenção de Imposto de Renda é uma vantagem enorme das LCIs.

No entanto, há cobrança de IOF caso você resgate seu dinheiro antes do prazo de 30 dias após a aplicação.

A cobrança do IOF é feita de forma regressiva (a alíquota é de 96% no primeiro dia e no trigésimo dia é de 0%).

Então, nada de investir e querer retirar o dinheiro logo no primeiro mês!

 

 

Existe taxa de administração ou alguma outra cobrança?

Não há taxa de administração e também nenhuma outra cobrança, tendo em vista que, no caso da LCI, você está praticamente fazendo um favor ao banco.

Mas você deve ficar atento, porque existem ofertas boas e ofertas ruins no mercado.

Por exemplo, você pode decidir procurar por LCIs que tenham vencimento em 2 anos.

Se procurar somente nos maiores bancos do mercado, provavelmente só vai achar taxas entre 60 e 70% do CDI, enquanto que em instituições de menor porte as taxas podem ir até 9X% do CDI.

Este é o preço que se paga caso você não estude e não pesquise direito, o rendimento é muito pior!

 

 

Como investir em LCI?

Existem duas maneiras.

A melhor maneira, na minha opinião, é abrir conta de investimento diretamente nas instituições financeiras, porque assim você não tem intermediário e garante sempre as melhores taxas.

Mas há quem prefira fazer tudo por corretoras, pois não gosta de administrar diversas contas e senhas, isto é questão de preferência.

Particularmente, eu prefiro anotar as contas e senhas do que pagar uma porcentagem do meu rendimento para terceiros, sendo que eu poderia fazer o mesmo trabalho com facilidade.

Exemplos de instituições que oferecem LCI em diversos prazos de vencimento e taxas:

www.bancointer.com.br

www.daycovalinveste.com.br

www.sofisadireto.com.br

E também as corretoras:

www.easynvest.com.br

www.xpi.com.br

www.orama.com.br

 

Lembrando que são apenas exemplos, ainda vou elaborar uma lista mais completa com vários sites.

 

Conclusão

LCI é definitivamente um investimento recomendável para qualquer carteira que tenha renda fixa envolvida.

Como investimento é difícil bater seu rendimento devido à isenção de Imposto de Renda.

Mas antes de investir é sempre bom comparar com outros produtos!

 

TL;DR: LCI é um investimento seguro, fácil de entender e que vale a pena para prazos maiores, por conta da ação dos juros compostos.

 

Um grande abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *