Criptomoedas, Bitcoin e investimentos

Criptomoedas, entre elas a bitcoin, afinal, podem ser tratadas como investimentos?

 

Olá, amigo!

Após pensar e refletir sobre o assunto, resolvi finalizar este texto que estava desenvolvendo sobre as criptomoedas, com ênfase nas Bitcoins que, entre todas, é a mais conhecida.

 

Breve introdução

As criptomoedas nada mais são do que um meio de troca que se vale de criptografia para dar segurança às transações, para controlar a emissão de novas unidades (“moedas”) e verificar a validade das operações.

Elas são controladas de forma descentralizada, normalmente usando um sistema chamado Block Chain (cadeia de blocos) que serve para validar o sistema como um todo.

Ainda, na maioria das criptomoedas, há um número limitado de unidades e o “surgimento” de novas moedas diminui com o passar do tempo, o que adiciona a característica de raridade, como se fosse ouro, por exemplo.

Outra proposta é que as transações feitas poderiam ser feitas anonimamente.

Lembrando que a maior parte do que vou escrever é com base em bitcoins e que a minha intenção não é esmiuçar o assunto, vez que existem diversas pessoas mais qualificadas para falar de forma técnica.

 

O que é Block Chain?

De forma traduzida é a cadeia de blocos.

Esta cadeia armazena informações sobre todas as transações que já foram feitas na rede.

É o que dá a característica de descentralização às Criptomoedas.

Toda vez que alguém passa uma Bitcoin da sua carteira para a carteira de outra pessoa, essa transação, para ser validada, precisa constar na cadeia de informações.

Uma vez que a informação é validada e inserida, ela é permanente e esse bloco ficará registrado lá.

Esse fator faz com que não seja possível transferir uma unidade de Bitcoin duas vezes, pois na segunda tentativa a operação não vai ser registrada na cadeia, ou seja, não terá validade.

A blockchain pode ser vista como uma longa corrente
A block chain pode ser entendida como uma corrente mesmo. Mas os elos são ‘blocos’ de informação e o que liga cada elo é uma espécie de assinatura que “fecha” os blocos.

Na minha opinião, a principal contribuição das Criptomoedas para o mundo atual é o desenvolvimento da Block Chain.

Isto porque você vai poder confiar nas autenticações automáticas feitas pela internet.

Pense em documentos de papel, que muitas vezes precisam ser autenticados em cartório de notas e que se paga um preço alto por isto.

Caso a autenticação fosse digital utilizando o sistema de block chain, não haveria necessidade de haver um “carimbo”, pois a própria rede teria registro da autenticidade do documento.

 

Minerar bitcoin?

A mineração de criptomoedas não tem nada a ver com mineração de metais, por exemplo.

Para minerar você precisa baixar um programa específico de “mineração”.

Ao minerar, você empresta o poder de processamento do seu computador para uma rede.

Os computadores mineradores ficam resolvendo operações de criptografia, que basicamente são o “motor” da Block Chain.

Assim que um computador resolve o código, toda a rede é notificada e ele recebe um determinado número de unidades como recompensa e é feito o registro das operações na cadeia.

Criação de bitcoins é feita por software específico que faz a 'mineração'
A mineração é o meio pela qual as bitcoins são ‘criadas’.

Você se lembra que o número de bitcoins é limitado?
Então, quanto mais tempo passa maior fica a cadeia e, por consequência, mais difícil de resolver o código, o que faz com que seja necessário maior poder de processamento para realizar as operações de forma rápida.

Atualmente, a não ser que você tenha equipamento desenvolvido com o fim de minerar, acaba não compensando, pois o que você vai gastar com energia elétrica não vai compensar o que você recebe.

(Quanto à mineração de outras moedas virtuais você deve pesquisar de forma específica)

 

Bitcoin como moeda

A essência da idéia é muito boa.

Eliminar intermediários (bancos) e não ter a barreira do câmbio (ter que comprar dólares para adquirir algo nos Estados Unidos, por exemplo) soa ótimo na teoria.

No entanto, na situação atual não é viável.

O principal fator é a grande volatilidade da bitcoin.

Imagine que você firmou um contrato com seu cliente onde o valor do contrato é de R$ 100,00.

Agora imagine que, ao invés dele te transferir o valor, dar um cheque ou simplesmente de dar o dinheiro, ele resolva te pagar em Bitcoin, pois no momento em que vocês conversam o valor da unidade de bitcoin fosse R$ 100,00.

No entanto, guardadas as devidas proporções, o valor da bitcoin varia muito diariamente e pode ser que no momento de “sacar” o seu dinheiro, o valor da bitcoin seja menor que os R$ 100,00 iniciais.

Você gostaria de correr este risco?

Pois é, ninguém quer.

Grafico da variação histórica da bitcoin
Este gráfico mostra, genericamente, a variação da bitcoin durante o tempo (desde 2014).

 

Gráfico da varição das bitcoins para 2 meses
Este gráfico mostra, a variação durante 2 meses do valor das bitcoins, observe que, apesar da tendencia de subir, há alta volatilidade.

 

Gráfico da volatilidade das bitcoins para 12 horas
Este gráfico mostra, a variação em 12 horas do valor das bitcoins, a altíssima volatilidade causa desconforto?

Além do mais, há notícia recente de que a Steam DEIXOU de aceitar bitcoins, pelo mesmo motivo, ou seja, alta volatilidade.

Há algum tempo, se falava que a Amazon tinha intenção de aceitar pagamentos por meio de Bitcoins.

No entanto, até o momento não existe nenhuma novidade neste sentido.

 

Bitcoin como investimento

Por motivos óbvios, todas as criptomoedas podem ser consideradas como um ativo, um investimento.

Mas é preciso ter muita cautela.

Jamais invista em ativos de alto risco (no caso, praticamente que de pura especulação) o dinheiro que vai te fazer falta.

Por exemplo, se você não tem um fundo de emergência, é MUITO recomendável que você não entre em nenhuma criptomoeda.

O mesmo vale para os casos onde você não tem uma receita fixa (se você recebe por comissão, por exemplo) e quer investir uma quantia que vai comprometer a média dos seus recebimentos.

Isto pode prejudicar o seu orçamento e acabar resultando em dívidas!

Assim, é inegável que as bitcoins e criptomoedas podem ser vistas como investimento, mas sempre de forma cautelosa, pois da mesma forma que a subida do valor está rápida, ela também pode afundar.

Finalmente, tenha sempre em mente que rentabilidade passada não é sinônimo de rentabilidade futura, ou seja, não é só porque um investimento está rendendo MUITO até agora que ele vai continuar no mesmo ritmo daqui para frente! (para renda variável, obviamente).

 

Considerações finais

Apesar da empolgação geral, existe muito peixe grande no jogo das criptomoedas.

Quem pensa em investir precisa ter muito cuidado, pois, na minha opinião, a caracterização como moeda foi perdida.

Pessoas compram bitcoins esperando que ocorra a valorização o que é muito perigoso, pois em algum momento elas podem pensar que não vale mais a pena pagar o valor cobrado, o que causaria uma queda brusca no preço das unidades.

Não tenho meios de afirmar de forma categórica que se trata de uma bolha, mas é inegável que se trata de uma forma arriscada de aumentar o patrimônio.

Uma última observação: O Banco Central do Brasil emitiu um comunicado recomendando que haja, no mínimo, cautela ao utilizar as bitcoins, fato que não deixa de ser relevante.

 

Conclusão

Existe muito espaço para ser explorado dentro do mundo das Criptomoedas.

Eu espero, de verdade, que os mecanismos evoluam ao ponto que seja viável utilizar na hora de comprar bens e pagar por serviços.

Até que seja aperfeiçoado o sistema, eu prefiro ficar fora, porque, apesar de ter uma pequena fração da minha carteira em renda variável, eu vejo as criptomoedas como algo muito arriscado por enquanto.

Não desencorajo ninguém montar uma posição em criptomoedas (bitcoins ou “altcoins”), só faço um apelo para que o faça de forma prudente.

Hoje nao tem TL;DR porque é um assunto complexo e é recomendável que se pesquise muito além do que eu escrevi aqui, principalmente se a sua intenção é comprar criptomoedas.

 

Um grande abraço!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *